Como combater a discriminação contra a pessoa com deficiência

Nos últimos dias, a mídia tem noticiado um caso de discriminação contra a pessoa com deficiência. Trata-se de uma blogueira de moda que proferiu comentários ofensivos contra as pessoas com síndrome de Down em um post no Facebook. Esse tipo de discriminação precisa ser combatido e, inclusive, é considerado crime previsto no Estatuto da Pessoa com Deficiência.

Confiram quais sãos as penas previstas para os crimes praticados especificamente contra a pessoa com deficiência, como e onde denunciar!

A previsão dos crimes se dá com o intuito de proteger a dignidade, os bens e a saúde física e psicológica da pessoa com deficiência.

Existem diversos diplomas legais que preveem esse tipo de crime, mas vamos nos ater a Lei Brasileira de Inclusão (Estatuto da Pessoa com Deficiência), nos seus arts. 88, 89, 90 e 91 que traz a descrição das condutas criminosas, bem como suas respectivas penas.

CRIMES-PREVISTOS-NA-LEI-BRASILEIRA-DE-INCLUSÃO.jpg


Leia também:


Caso você esteja sendo vítima de algum desses crimes ou conhece alguém que esteja, siga esses três passos:

1º: Tente resolver a situação com o diálogo. Muitas vezes apenas uma conversa resolve. Se sozinho não sabe como conduzir a situação, procure ajuda de um parente ou amigo próximo ou ainda um profissional capacitado para isso. Pode ser um assistente social, psicólogo ou advogado.

2º: Se a conversa não trouxe solução, denuncie! O Disque Direitos Humanos – Disque 100 é um serviço de atendimento telefônico gratuito e sigiloso, que funciona 24 horas por dia, nos 7 dias da semana. As denúncias recebidas são analisadas, tratadas e encaminhadas aos órgãos responsáveis.

: Se, mesmo após seguir os passos citados acima, a prática criminosa persistir, procure uma delegacia e registre um Boletim de Ocorrência. Em algumas cidades há delegacia especializada no atendimento às pessoas com deficiência, mas, se na sua cidade não houver, procure a delegacia mais próxima.

Não podemos nos silenciar diante desse tipo de discriminação!  Ir a uma delegacia para fazer a denuncia pode, muitas vezes, ser algo desgastante, mas se não o fizermos ninguém o fará.

FONTE: Cadeira Voadora

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s