Duplo diagnóstico síndrome de Down e Autismo: o que é preciso saber

Diário da Inclusão Social

Durante 10 anos, examinei milhares de crianças com síndrome de Down, cada qual com seus pontos fortes e fracos, e certamente com sua própria personalidade. Acho que nunca conheci pais que não se preocupassem o bastante com seus filhos; seu amor e dedicação sempre foi óbvio. Contudo, algumas famílias não saiam da minha cabeça. Certas vezes, pais traziam seus filhos com síndrome de Down para a clínica – não pela primeira vez – e  estavam bem preocupados com mudanças no comportamento ou no desenvolvimento da criança.

Por vezes, os pais descreviam a situação e suas preocupações, tais como: a criança parou de aprender novos sinais ou de usar a fala; ela fica mais feliz brincando sozinha, parece não precisar de mais ninguém para fazer suas brincadeiras estranhas ( ficar balançando um brinquedo sem parar ou enfileirando objetos); quando chamam por ela, ela simplesmente não olha (será que não está…

Ver o post original 842 mais palavras

4 comentários sobre “Duplo diagnóstico síndrome de Down e Autismo: o que é preciso saber

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s