Descubra se o seu site é acessível

Conheça quais são as principais barreiras que pessoas com deficiência, pessoas idosas ou com alguma limitação encontram ao utilizar a Web.

Capturar

Sobre a cegueira

A cegueira representa a ausência total de resposta visual, podendo ser congênita (desde o nascimento) ou adquirida. A forma adquirida pode ser: aguda (perda visual de forma súbita) ou progressiva-crônica (perda visual de forma progressiva, na maioria dos casos lentamente).

A cegueira é considerada uma deficiência grave, pois é a perda de um dos sentidos mais úteis na relação do homem com o mundo.

Para terem acesso ao meio digital, as pessoas cegas geralmente utilizam softwares leitores de tela e navegam utilizando o teclado.

Barreiras enfrentadas por pessoas com deficiência visual – cegueira:

  • Imagens sem descrição;
  • Vídeos sem alternativa textual ou sonora;
  • Funções que não funcionam pelo teclado;
  • Links mal descritos;
  • Tabelas que não fazem sentido quando lidas linearmente;
  • Formulários sem sequência lógica;
  • Campos de formulário sem descrição adequada;
  • Arquivos pouco acessíveis.

Sobre a baixa visão

A baixa visão é o comprometimento do funcionamento visual em ambos os olhos, mesmo após correção com uso de óculos ou lentes de contato, mas a pessoa utiliza ou é potencialmente capaz de utilizar a visão para planejamento e execução de alguma tarefa.

Dentre o grupo de pessoas com baixa visão há variações: alguns conseguem ler se o impresso for grande ou se estiver próximo a seus olhos (ou mesmo através de lentes de aumento), outros conseguem apenas detectar grandes formas, cores ou contrastes.

Pessoas com baixa visão utilizam o computador com ampliadores de tela. Além disso, dependendo do grau residual de visão, essas pessoas também acabam utilizando os softwares leitores de tela e os recursos de alto contraste.

Barreiras enfrentadas por pessoas com deficiência visual – baixa visão:

  • Contraste inadequado de cores;
  • Fonte de letra com serifa ou decorada;
  • Conteúdos que perdem sua funcionalidade quando ampliados;
  • Dependendo do grau da baixa visão, o usuário irá utilizar um leitor de tela. Desse modo, as barreiras serão as mesmas enfrentadas por uma pessoa cega.

Sobre o daltonismo

  • O daltonismo ou cegueira cromática é uma perturbação da percepção visual caracterizada pela incapacidade de diferenciar cores;
  • O tipo de daltonismo mais comum é a dificuldade de distinguir tons de vermelho e verde. Aquilo que, para uma pessoa com percepção normal da cor, é verde ou vermelho, para um daltônico é cinzento em várias tonalidades;
  • Um tipo raro de daltonismo é aquele em que há uma “cegueira” completa para as cores (Monocromacia). O mundo é visto em preto e branco e tons de cinza;
  • O daltonismo é muito mais comum em homens.

Barreiras enfrentadas por pessoas com daltonismo:

  • Cor utilizada como único recurso para enfatizar o texto;
  • Contraste inadequado entre cores de fonte e fundo.

Sobre a deficiência auditiva

A deficiência auditiva pode ser de diferentes graus, desde leve até profunda. Assim, existem pessoas com deficiência auditiva que conseguem ouvir alguns sons, mas não distinguem palavras, enquanto outras não ouvem som algum.

Dentre as pessoas com surdez, existem:

  • As que utilizam Libras para se comunicar e não são fluentes na Língua Portuguesa;
  • As que utilizam Libras para se comunicar e são fluentes na Língua Portuguesa;
  • As que utilizam tanto Libras quanto a Língua Portuguesa (leitura labial ou dispositivos que ampliam o som) para se comunicar;
  • As que não conhecem Libras e realizam leitura labial e/ou leitura e escrita.

Ou seja, nem todo surdo utiliza Libras, nem todo surdo é oralizado.

Barreiras enfrentadas por pessoas com deficiência auditiva:

  • Vídeo sem legendas ou Libras;
  • Áudio sem transcrição em texto;
  • Conteúdo sem uma linguagem clara e simples.

Sobre a deficiência física e a mobilidade reduzida

A deficiência física é a alteração completa ou parcial de um ou mais segmentos do corpo humano, acarretando o comprometimento da função física. Já a pessoa com mobilidade reduzida é aquela que, não se enquadrando no conceito de pessoa com deficiência, tem dificuldade de movimentar-se, permanente ou temporariamente, gerando redução efetiva da mobilidade, flexibilidade, coordenação motora e percepção.

Para utilizar o computador, as pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida podem fazer uso de mouses ou teclado adaptados.

Barreiras enfrentadas por pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida:

  • Atividades com limite de tempo;
  • Abertura de várias janelas simultaneamente;
  • Funções que não funcionam pelo teclado.

Sobre a deficiência intelectual

A pessoa com deficiência intelectual apresenta um funcionamento intelectual significativamente inferior à média, com manifestação antes dos dezoito anos.

O indivíduo com deficiência intelectual tem as áreas cognitivas afetadas, apresentando dificuldade na atenção, concentração, compreensão, assimilação, memória visual, memória auditiva e raciocínio.

Um dos tipos de deficiência intelectual é a Síndrome de Down.

Barreiras enfrentadas por pessoas com deficiência intelectual:

  • Falta de clareza e consistência na organização das páginas;
  • Utilização de linguagem complexa sem necessidade;
  • Parágrafos muito extensos;
  • Abreviaturas e palavras incomuns sem uma explicação;
  • Imagens complexas sem explicação textual;
  • Uso de imagens “piscantes” ou áudio em certa frequência que cause desconforto.

Sobre a dislexia

Esse transtorno se caracteriza pela dificuldade do indivíduo em decodificar símbolos, ler, escrever, soletrar, compreender um texto, reconhecer fonemas e pelo hábito de trocar, inverter, omitir ou acrescentar letras/palavras ao escrever.

O indivíduo disléxico pode trocar sílabas de uma palavra ou palavras inteiras, dificultando a compreensão do texto, tendo como consequência uma leitura mais lenta.

Muitos disléxicos optam por ler documentos digitais com o uso de leitores de tela, já que eles compreendem melhor um texto ao escutá-lo do que através da leitura.

Sobre o TDA/H – Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade

É uma síndrome caracterizada por desatenção, hiperatividade e impulsividade. Existe o TDA/H com predomínio de sintomas de desatenção, o com predomínio de sintomas de hiperatividade/impulsividade e, ainda, o tipo combinado.

Estudos revelam que 2 a 5% das crianças e adolescentes (entre seis e dezesseis anos) e 2 a 4% de adultos apresentam sintomas marcantes de TDA/H. O TDA/H é mais comum em meninos.

O TDA/H é causado por um mau funcionamento da neuroquímica cerebral e tem um forte componente hereditário.

Barreiras que podem dificultar o acesso de pessoas idosas ou com problemas de concentração, memória ou percepção:

  • Falta de consistência na organização das páginas;
  • Falta de coerência na organização do conteúdo;
  • Utilização de linguagem complexa sem necessidade;
  • Parágrafos muito extensos;
  • Utilização de fontes com serifa ou decoradas;
  • Falta de clareza no conteúdo ou exemplos que facilitem a compreensão;
  • Uso de imagens “piscantes” ou conteúdo que possa desviar a atenção do usuário;
  • Texto justificado.

Fonte: Curso eMAG do Governo Eletrônico


 

4 comentários sobre “Descubra se o seu site é acessível

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s