7 razões por que ter um filho com síndrome de Down fez minha vida ser melhor

Estamos comemorando 3 incríveis anos com o nosso filho, Knightly, nosso guerreiro de em uma armadura de luz. Ao rever esses anos, descobri um verdade simples: ter um filho com síndrome de Down faz sua vida ser melhor! Aqui estão algumas razões para isso:

1.Eu pude aproveitar a fase de bebê por mais tempo

Às vezes, fico de queixo caído quando encontro com crianças da mesma idade do Knightly. Em que momento eles se tornaram esses pequenos e complicados adultos que correm, conversam, dirigem seus carros, compram casas e arrumam empregos? Ou qualquer outra coisa que uma criança típica de 2 anos de idade faz hoje em dia.

E eu, normalmente, começo a querer que isso demore a acontecer com meu filho. Knightly balbucia e se balança para me dar um abraço. Ele é muito feliz com seu próprio ritmo de desenvolvimento. E  me alegro de poder ter em meus braços meu pequeno marshmallow por mais tempo que os pais típicos.

2.Cada conquista é uma grande festa

Quando Knightly finalmente rolou pela primeira vez, foi como ganhar um Oscar. Quando o nosso filho apresenta uma nova habilidade, por menor que possa parecer, sabemos o quanto tivemos que trabalhar duro para que aquilo acontecesse – e quando acontece é algo realmente incrível. Meu coração pula de alegria toda vez; cada conquista é como um pequeno milagre!

dparkphotography2

3.Meu filho mudou a minha visão de mundo e constantemente me põe nos eixos

Olá, sou Drexelle e tenho compulsão por alcançar metas.

Creio que um dos maiores presentes que deus me deu foi uma criança com deficiência para transformar minha visão de mundo e constantemente me tirar da vida competitiva que tanto gosto de estar.

Já escutei isso de muitos outros pais e acho que é verdade. Muito mais do que qualquer aula ou curso que já fiz, Knightly tem sido meu melhor professor; me ensinando o que significa ser um ser humano melhor. Ele me freia e me controla. Ele me faz parar e cheirar as rosas.

Certas vezes, encontro pessoas desconhecidas encarando a dificuldade que meu filho tem para fazer algumas coisas e ao mesmo tempo em que me torno consciente de como eles se sentem ou pensam sobre meu filho, Knightly os surpreende com um beijo no rosto. E essas pessoas sorriem. Por dentro, fico muito orgulhosa com isso.

4.Meu filho me transformou em uma lutadora

Eu era uma pessoa menos esperançosa antes de Knightly nascer. Confrontar sentimentos era tão difícil para mim. Torna-se mãe, contudo, me fez mais forte ( biologicamente e emocionalmente). E se tornar mãe de uma criança com deficiência te coloca em situações em que você tem que se tornar uma lutadora.

Mesmo que seja no consultório médico, com o plano de saúde, com as escolas, com especialistas, com estranhos ou mesmo com familiares; você aprende a ter voz e a usá-la quando necessário. Você precisa lutar por seu filho, e você terá muitas oportunidades para praticar isso!

dparkphotography5

5.Você recebe bons conselhos

Como mãe de primeira viagem, eu não tinha noção de como os conselhos de terapeutas, médicos, enfermeira e especialistas podem te ensinar a ser uma mãe melhor e podem te ajudar a educar, disciplinar e desafiar seu filho.

Desde quando Knightly tinha apenas 6 semanas, cheguei a visitar ao menos 5 terapeutas especializados em estimulação precoce toda semana. E toda semana, tinha dúvidas – seja sobre escovar os dentes, sobre o sono do meu filho ou questões comportamentais.

E o mais importante: as pessoas que nos ajudaram nessa jornada, sempre foram muito carinhosas, inspiradoras e encorajadoras. Elas seguraram a minha mão e mantiveram minha cabeça erguida, mesmo nos momentos mais difíceis.

6.Comecei a fazer parte de uma comunidade que se tornou a minha família

Os pais que conhecemos durante as terapias de Knightly e nos grupos de apoio foram as respostas para as nossas orações! Eles se tornaram nossas famílias. Passamos a estar juntos em momentos extremamente bons e nos horrivelmente ruins. Choramos juntos nos momentos difíceis, gritamos juntos de alegria nas conquistas de nossos filhos. Compreendemos a jornada do outro. E fizemos amigos para toda a vida ( na verdade, estamos até arranjando casamento para os nossos filhos!).

dparkphotography1

7.Tive que me tornar a mãe de meu filho

Desde a primeira batida de coração, chute na barriga e o momento em que segurei ele em meus braços, não pude acreditar que aquela criança era minha. Mas ela era. E aquele bebê me transformou como nunca pude imaginar. Agradeço a Deus por, no final do dia, poder segurá-lo em meus braços, cantar uma canção de ninar e colocá-lo na cama a noite para  dormir. E toda manhã, assim que abro sua porta,  vejo-o em pé em seu berço, sorrindo  para mim e o pego em em meus braços novamente.

Na primeira vez que escutei o diagnóstico da trissomia 21, tudo que pude fazer era chorar e pedir a Deus para que ele curasse meu bebê e tirasse aquilo dele. Mas se Knightly não tivesse síndrome de Down, eu não teria encontrado pessoas que me transformaram, me inspiraram e me encorajaram e se tornaram bons amigos. Eu não teria desenvolvido a síndrome do pânico que me desafiou, não teria chorado, emagrecido e ultimamente começado a perseguir o sonho da minha vida que é escrever e poder falar. Meu marido não teria virado a sua vida de cabeça para baixo. Ele, um homem que nunca se exercitou antes do Knightly nascer, agora treina todos os 7 dias da semana para um Ironman.

Acredito que muitas das grandes coisas que Deus trouxe em minha vida nos últimos três anos foi por termos tornado pais do Knightly. E apesar das batalhas que temos enfrentado como pais de uma criança com síndrome de Down, nossa história teve grandes momentos, também. E esses grandes momentos nunca teriam acontecido se não tivéssemos nosso filho.

Dedico esse artigo a todos os pais que descobriram que seu filho tem uma deficiência. Você está em uma incrível jornada!


Tradução livre do texto “7 Ways Having a Child With Down Syndrome Makes My Life Better” de 


 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s