5 formas de tornar manifestações mais acessíveis para as pessoas com deficiência

As manifestações constituem importante ferramenta dos cidadãos na luta por direitos. Por isso, grupos diversos se reúnem e marcham nas ruas para que suas vozes sejam ouvidas. E  aquelas pessoas que querem participar, mas possuem alguma dificuldade de mobilidade, tais como os cadeirantes, pessoas com próteses ou mesmo deficientes visuais? Como fazer para incluí-las nesses eventos?

Os protestos são fundamentais diante da instabilidade política na qual vivemos. No entanto, quando se convoca a sociedade a ir para as ruas, devemos pensar não em apenas incluir mas, sobretudo, tornar as vozes marginalizadas o centro do moviment , notadamente as pessoas com deficiência.

Há muitos pontos que devem ser considerados para tornar um evento acessível para todos. Se o assunto é mobilidade, acesso a banheiros e outras necessidades, ou locais seguros para descansar para aqueles que não podem ficar de pé por muito tempo, são algumas das coisas que devem ser observadas para tornar os protestos mais inclusivos para aqueles com necessidades diferenciadas.

Aqui estão 5 coisas que os organizadores podem fazer para tornar os protestos mais acessíveis para todos.

1.Para cada protesto, ofereça uma manifestação alternativa

Nem todos podem andar nas ruas durante os protestos. Para esse grupo de pessoas com dificuldade de mobilidade, é preciso prover um espaço seguro para que possam participar, trocar ideias e se fazerem ouvir.

2. Durante o discurso de uma manifestação, tenha cuidado com o uso de expressões preconceituosas

Esse item nem precisava ser dito, mas você ficaria surpreso de ver quantas expressões preconceituosas contra pessoas com deficiência ainda existem em nossa cultura; mesmo em comunidades que lutam por justiça social.

manifestação

3. Utilize apenas espaços acessíveis

Quando for organizar eventos comunitários, não escolha espaços que não possuem rampas de acesso ou calçadas acessíveis para aqueles que utilizam cadeira de rodas ou outros dispositivos de mobilidade. Não importa que não haja ônus para o uso do espaço – o evento não será verdadeiramente comunitário se excluir uma parte da comunidade.

4. Planeje manifestações em espaços com banheiros

Assegure-se de que os banheiros são acessíveis, com portas largas o suficientes para alguém que utilize cadeira de rodas. Além disso, eles devem ficar em uma distância próxima do evento.

5. Ofereça cadeiras de rodas e pessoas para empurrá-las

Obtenha, se possível, cadeira de rodas para aqueles que possuam dificuldade de mobilidade e voluntários para ajudar a empurrá-las. E não deixe esse grupo de pessoas no fundo da movimentação, coloque-os na linha de frente e no centro da manifestação – especialmente se o assunto envolver saúde pública e direito das pessoas com deficiência.

126406_2

 

Nunca é demais falar sobre os direitos e necessidades das pessoas com deficiência. E as manifestações constituem um importante momento para se demonstrar solidariedade para com esse grupo de pessoas. Lembre-se, pessoas com deficiência não são apenas um assunto polêmico a ser tratado nesses eventos; são pessoas que merecem ser reconhecidas e tratadas com dignidade!


Texto adaptado de ” 5 Ways To Make Protests Accessible And Truly Include Disabled Folks”


 

3 comentários sobre “5 formas de tornar manifestações mais acessíveis para as pessoas com deficiência

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s