Convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência em literatura de cordel

O cordel chama atenção

Pra que não haja incidência

De barreira, preconceito

E qualquer violência,

Contra a vida das pessoas

Que tenham deficiência.

 Tonico

O mesmo faz referência

À carta que a ONU traz:

Liberdade para todos,

Com justiça, amor e paz,

Dignidade, valor

E os direitos iguais.

Dentre os seus fundamentais:

Direitos à liberdade,

Interdependência sem

Indivisibilidade,

Reafirmando o propósito

Da universalidade.

 Maria Clara

Na sua diversidade,

Que não venha sofrer dano.

Na sociedade cresçam,

Mês a mês e ano a ano,

Com significativo

Desenvolvimento humano.

Por que todo ser humano

Possui o mesmo direito

Preto, branco, rico e pobre.

Cada pessoa a seu jeito,

Pra muitos, o ambiente

Necessita ser refeito.

Ninguém nasce com defeito.

O defeito é do Estado.

O Estado que se ajuste

Pra depois não ser cobrado

Pelo erro cometido

De não ter se adaptado.

 Flávio

O Brasil tem se esforçado,

Nos últimos anos, pra ter

Políticas Públicas que possam

Às pessoas proteger.

Fato que, antigamente,

Não se via acontecer.

Não é no físico do ser

Que possa o defeito estar.

E sim, no espaço físico

Que o homem tem de ocupar

Um entrave que o Brasil

Está querendo acabar.

 Victor

O Brasil se faz mudar

Com o reconhecimento

De igualdade entre todos.

Com o melhor tratamento,

Mostrando à sociedade

Um novo comportamento.


Trecho do livro ” Convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência em literatura de cordel” escrito por Chico de Assis


 

9 comentários sobre “Convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência em literatura de cordel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s