Pessoas com deficiência participam da 9° Olimpíada do Conhecimento

Na última semana, nos dias 10 a 13 de novembro de 2016, Brasília sediou a maior competição de educação profissional das Américas, a 9a. Olimpíada do Conhecimento SENAI/SESI, que acontece a cada dois anos,  reunindo estudantes de cursos técnicos e de formação profissional  SENAI e da rede de Institutos Federais de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (IF) de todos os estados do Brasil, com o intuito de avaliar os conhecimentos teóricos e práticos, as habilidades intelectuais e as atitudes consideradas essenciais para o exercício profissional competente.

13346787_1011024608952119_5037634182609042908_n

15073444_1134708473250398_4690818445457527484_n

Neste mega evento, as Pessoas com Deficiência ( PCDs), concorreram em 3 categorias: Padeiro, Costureiro Industrial e Operador de Microcomputador.
Os estudantes que participaram do evento foram selecionados dentre outros colegas que faziam curso no SENAI de sua região, conta Cleusa, mãe do Victor com síndrome de Down do Pará, participante da equipe da Padaria.  Para as famílias foi motivo de grande alegria, ver o esforço de seus filhos sendo reconhecido, assim como, um estímulo a autoestima. As mães relatam a dificuldade que é inserir uma pessoa com deficiência no mercado de trabalho, mas elas nunca desistem, investem e acreditam no potencial de seus filhos.


Leia mais em:

Entendendo a inclusão social

Oito caminhos para tornar a sociedade mais inclusiva para pessoas com deficiência


Isac – 24 anos com paralisia cerebral e distonia de Santa Catarina, participante da equipe de Operador de Microcomputador, relatou-nos com entusiasmo e alegria das suas habilidades  com o Excel, Word e Power Point e que futuramente pretende trabalhar neste ramo. Sua mãe Jaci relatou-nos da dificuldade da inserção no mercado de trabalho, apesar da vontade de seu filho, ela já luta a 3 anos tentando uma vaga  e não consegue.

As mães continuam acreditando e investindo no potencial  de seus filhos e aconselham as outras mães de pessoas com deficiência a fazerem o mesmo, pois para elas não devemos criar nossos filhos para nós mesmos, mas para o mundo. “Neste evento vimos o quanto eles  podem e mostram que são capazes!”, afirma dona Jaci, mãe do Isac.

img_48641

Jaci e seu filho Isac

Todos estavam muito felizes por estarem  participando de um evento de tão grandes proporções, onde puderam fazer novos amigos, apresentar seu trabalho, demonstrar sua capacidade. Certamente um momento para ficar guardado no coração!

img_48551

img_48631

*Luciene Freire Cazassus Arantes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s