10 lições que o mundo precisa aprender com as pessoas com deficiência

Não importa quem a pessoa seja, sempre existem lições que podemos aprender com ela. E as pessoas com deficiência são especialmente inspiradoras, isso porque ter uma deficiência é definitivamente algo muito difícil, contudo é também uma das experiências mais enriquecedoras que o ser humano pode vivenciar.

Essas pessoas aprendem muito com a vida que levam; lições de vida que pessoas sem deficiência raramente experimentam.Embora muitas dessas lições sejam mais profundas quando vivenciadas diretamente, existe muita coisa que podemos aprender! Inspiradas em matéria feita pelo site  Hunffington Post sobre este tema, listamos algumas valiosas lições que podemos aprender com essas pessoas tão especiais. Confira!

1) Ser  feliz é possível em qualquer circunstância.

Quantos de nós já pensamos que se um dia viermos a perder uma perna, a visão ou mesmo a audição não conseguiria mais ser feliz? Isso é um verdadeiro equívoco, já que o cérebro humano adapta-se a viver com a deficiência.

Para Tiffiny Carlson, que tornou-se paraplégica após um acidente, a felicidade veio algum tempo após sua nova condição. Ela relata que se sente feliz pelo simples fato de estar viva ao lado de sua família e amigos. Carlson ainda deseja poder andar novamente, mas afirma que isso não a impede de ser verdadeiramente feliz.

2) A paciência pode permitir que você faça quase qualquer coisa.

Escutamos desde criança sobre o quanto é importante ser paciente; e quando nos tornamos adultos percebemos o quanto isso é verdadeiro. No entanto, quando você possui alguma deficiência, o nível de paciência requerido alcança um outro patamar. Isso porque a paciência torna-se uma grande aliada para executar até as atividades cotidianas mais simples, tais como conseguir se comunicar,  atravessar uma rua ou mesmo trocar de roupa.

3) Não se estresse com coisas pequenas.

Possuir uma deficiência pode envolver circunstâncias realmente estressantes – quebrar a cadeira de rodas, ter gastos elevados com plano de saúde, ficar sem cuidadora de uma hora para outra. Por isso, as pessoas com deficiência acabam aprendendo a não se estressar com coisas pequenas. O cinema está lotado? O restaurante está com uma fila gigantesca? Tudo bem, poderia ser bem pior!

4) Ser diferente é uma oportunidade.

Muita gente não gosta de ser diferente; não gosta de ser notado. Contudo, ser diferente não é tão ruim quanto você imagina. Muitas portas podem se abrir, além de você ter a oportunidade de conhecer pessoas muito interessantes!

5) Não se pode julgar uma pessoa por sua aparência.

Você provavelmente escuta essa frase todo o tempo, mas é algo muito verdadeiro. E os exemplos disso são muitos: De Stephen Hawking, um homem em uma cadeira de rodas que não pode sequer falar e é uma das pessoas mais inteligentes do mundo a Francesco Clark, um tetraplégico e CEO de uma das maiores empresas de beleza do mundo. Logo, não pense que ser deficiente significa não ser bem sucedido. Nunca se sabe o quanto alguém com deficiência é capaz.

6) A vida é curta. Aproveite cada momento!

Ter uma deficiência pode, infelizmente, ter um impacto no seu tempo de vida. Para muitas pessoas com deficiência, viver até os 95 anos de idade é algo quase impossível. Por isso a maioria descobriu o segredo para se viver bem: aproveite cada dia como se fosse o último! Muitos de nós até tentamos fazer isso, entretanto, as pessoas com deficiência vivem isso com muita naturalidade, curtindo os raios de sol ou mesmo uma xícara quente de café. Eles sabem muito bem que o simples fato de estar vivo é realmente uma dádiva!

7) A fraqueza nem sempre é algo negativo.

Muitos de nós , às vezes por orgulho, tememos  mostrar nossas fraquezas e aceitar ajuda do próximo.Contudo,  a pessoa que vive com uma deficiência aprende que não há problema algum em receber ajuda. Afinal, todos nós precisamos da ajuda dos outros de alguma forma, até mesmo os grandes atletas ou o Presidente dos Estados Unidos. É um fato inevitável e faz parte da experiência humana.

8) Não é preciso se adequar a um padrão de normalidade para se viver bem.

Quando se tem uma deficiência, você tem um passe livre para ser exatamente quem você quer ser, sem precisar se enquadrar em um padrão estabelecido pela sociedade. E essa experiência é um dos sentimentos mais libertadores que existem. Você pertence a você mesmo e sabe disso… E esse sentimento é realmente incrível!

9) Qualquer um pode vir a ter uma deficiência.

Talvez  não exista uma deficiência genética  em sua família, mas você pode vir a ter um filho com paralisia cerebral. Além disso, nenhum de nós está imune de sofrer um acidente ou ser vítima de uma doença que deixe sequelas para toda a vida. É realmente um choque pertencer, de repente, ao grupo de pessoas com deficiência ou possuir algum familiar assim. Por isso, não pense que você é uma exceção. A lição aqui é nunca se esquecer que todos nós somos imperfeitos, todos nós somos de alguma forma diferente e todos nós somos seres humanos!

10) Viva uma vida sem máscaras.

Essa é talvez uma das lições mais valiosas que podemos aprender com as pessoas com deficiência. Muitos de nós ficamos tão preocupados em se encaixar perfeitamente no padrão de normalidade imposto pela sociedade que passamos a mascarar sentimentos, vontades e até mesmo o nosso verdadeiro Eu. Já as pessoas com deficiência não possuem essa preocupação de se enquadrar na sociedade, elas simplesmente vivem a vida. E, talvez, seja isso que as torne tão leves e encantadoras!

*Por Talita Cazassus Dall’Agnol

 

 

9 comentários sobre “10 lições que o mundo precisa aprender com as pessoas com deficiência

  1. Renata Soares disse:

    Que texto lindo parabéns, quem dera nós colocássemos pelo menos 5 desses pontos em pratica. Com certeza seriamos mais felizes..Gostaria de convidar vocês a fazer parte da plataforma para bloggers na qual trabalho, seu blog tem conteúdo interessante e gostaria poder compartilhar com meus leitores/usuários.. Espero vocês lá..Qualquer coisa só avisar a plataforma é gratuita..Bjuss
    http://www.feedhi.com

    Curtido por 1 pessoa

    • talitacazassusdall'agnol disse:

      Olá Miguel,
      Tudo bem? Incluir uma pessoa com autismo requer muita paciência… isso porque a tendência deles é de sempre se isolar. Por isso, é fundamental que os pais sejam a ponte entre os amigos e a pessoa autista. No começo vai ser preciso acompanhar a pessoa autista e puxar papo com os amigos tentando fazer com que o autista participe da conversa. Veja o que os amigos gostam de fazer e convide-os para ir a sua casa, jogar vídeogame, brincar… Leve-o as festinhas! No começo ele pode ficar irritado com o barulho e a quantidade de pessoas desconhecidas; então fique com ele na festa, respeitando sempre o seu limite de tolerância. Com o tempo, esse limite vai aumentando e ele vai conseguir ficar mais tempo nos eventos e junto com amigos. E os pais podem ir se afastando, conforme forem percebendo que ele se sente mais a vontade.
      Espero ter ajudado!
      Um abraço

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s